sexta-feira, 10 de abril de 2009

Jarkko Oikarinen, o gênio


mIRCQuando, na postagem sobre Khaled Mardam-Bey, eu disse que Jarkko Oikarinen, criador do IRC, também merecia uma, passei a imaginar escrever esta aqui. Conforme já dito, Oikarinen, nascido na Finlândia em 1967, criou o IRC - Internet Relay Chat, o primeiro sistema de batepapo da internet.

Oikarinen trabalhava no Departamento de Ciências de Processamento de Informações da Universidade de Oulu, na Finlândia, quando começou a desenvolver o primeiro servidor de IRC (tolsun.oulu.fi, que ainda funciona), em agosto de 1988. Basicamente ele o criou para substituir o MUT, MultiUser Talk, um programa usado no BBS da Finlândia. Ele se inspirou no sistema Bitnet Relay e continuou a desenvolver o IRC pelos quatro anos seguintes, recebendo a ajuda de Darren Reed como co-autor do Protocolo do IRC.

Jarkko Oikarinen
Segundo ele, quando o IRC começou, havia apenas dez usuários, e então ele começou a pedir a seus amigos para rodarem servidores nas universidades de Tampere e Helsinque. Em pouco tempo o negócio se espalhou e houve um maior desenvolvimento do programa, melhorando os clientes de IRC e adicionando novos comandos. Na Finlândia, então, o IRC já estava ficando bastante difundido, mas fora do país ainda não havia como conectar-se a ele. Somente depois de alguns contatos no MIT, nos Estados Unidos, e com Vijay Subramanian, que contactou outros entusiastas em universidades americanas, é que começou a haver o uso do IRC (inclusive a criação do IRCd) em maior escala.

Jarkko Oikarinen, um verdadeiro gênio, ganhou o Prêmio Dvorak em 1997 pelo desenvolvimento do IRC, mesmo motivo pelo qual ganhou um prêmio especial de reconhecimento, conhecido como Mini-Millenium, pela Fundação Millenium Technology, em 2005.

Referências: Home Page de Jarkko Oikarinen, IRC.org e Wikipedia

2 Comentário(s)::

Vinícius Franco disse...

Gênio mesmo hein ow! Talvez esse aí tenha sido até mesmo mais gênio que o Khaled, pois sem o IRC o Khaled nao poderia inventar o mIRC... 0_0

Romneya disse...

O gênio I hehehe