quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

World Series 1905: segunda edição

Postagem simultânea com o Blog dos Colunistas do Canal #Sports - LINK

New York GiantsEm 1904, John T. Brush, dono do New York Giants, campeão da Liga Nacional, simplesmente recusou-se a enfrentar o Boston Pilgrims, campeão da Liga Americana, na World Series daquele ano. Entretanto, em 1905, Brush voltou atrás e propôs que a World Series se tornasse um evento permanente, a ser disputado numa série melhor-de-sete.

Os Giants tinham como destaque o arremessador destro Christy Matthewson, que liderou a Liga Nacional com 32 vitórias e um ERA de apenas 1.27 na temporada regular. E ele seria ainda melhor em outubro, na pós-temporada. Matthewson começou com uma vitória de 3-0 na primeira partida da final, cedendo apenas quatro rebatidas válidas ao adversário, o Philadelphia Athletics. Chief Bender lideraria os Athletics na reação no jogo seguinte, coincidentemente cedendo também quatro rebatidas e vencendo por 3-0, igualando a série em 1-1. Infelizmente para a equipe de Philadelphia, as três corridas da vitória seriam as últimas marcadas pela equipe na série final de 1905.

Programa da World Series, 1905
Depois de um dia de descanso, Matthewson novamente estaria em campo pela equipe dos Giants. E mais uma vez cedeu apenas quatro rebatidas válidas aos A’s, que perderiam desta vez com mais facilidade: 9-0. Quatro das nove corridas foram marcadas por Dan McGann, ajudando a colocar a equipe de New York na liderança da série por 2-1. Joe McGinnity, conhecido como “homem de ferro”, seria o pitcher dos Giants na quarta partida. Ele cederia apenas cinco rebatidas válidas na vitória de seu time por 1-0 diante do pitcher Eddie Plank, que havia perdido o primeiro jogo, mas que também teve uma boa exibição.

Christy MatthewsonPara o jogo número cinco, novamente Christy Matthewson seria o arremessador dos Giants diante de Chief Bender, para os A’s. Cedendo seis rebatidas aos jogadores de Philadelphia, Matthewson liderou os Giants na quarta vitória, agora por 2-0, levando sua equipe ao título da World Series de 1905. Se já existisse naquela época o prêmio de MVP da World Series, não seria difícil escolher seu vencedor, após Christy Matthewson jogar três partidas, não ceder corridas e sofrer apenas 14 rebatidas válidas ao todo.

Referências: MLB e Baseball Almanac