segunda-feira, 14 de abril de 2008

Dia Mundial do Café


CaféDia 14 de abril é o Dia Mundial do Café. Inegavelmente o café foi, e ainda é, um dos principais produtos de exportação do Brasil. Eu, particularmente, conto nos dedos o número de vezes em que bebo café por ano. Mas sua importância é grande. Considerado o segundo “commodity” mundial, superado apenas pelo petróleo, o café faz parte da história do Brasill desde o século XVIII, quando o grão se transformou no principal produto brasileiro comercializável.

Em 2004, o consumo de café cresceu 8,8%, muito acima da média mundial, de 1,5%, e superou o próprio comportamento da economia, projetado para apenas 4,5%. Isso significa que os brasileiros beberam quase três litros a mais de café no ano passado, atingindo o maior patamar de consumo “per capita” dos últimos 40 anos.

CaféDerivado da planta Coffea, da família Rubiaceae, o café possui mais de 6 mil espécies, mas apenas duas são importantes economicamente: a arábica e a robusta, conhecido também como “conilon”. Os cafés gourmet ou premium são mais sofisticados porque possuem 100% de grãos arábica, enquanto nos cafés superiores a composição é de 85% arábica e 15% robusta e, no caso dos cafés tradicionais, o percentual de arábica chega a 70% e o de robusta a 30%, formando um “blend” exclusivo, que varia de acordo com cada marca. O gosto do café também é definido pelo grau de torrefação, quanto mais torrado, mais acentuado é o seu sabor.

De fácil preparo e inúmeros benefícios, o café está cada vez mais presente no dia-a-dia de todas as classes sociais, sendo uma das bebidas mais apreciadas em todo o mundo. Geralmente consumido pela manhã, o café também é considerado uma boa fonte de energia e ânimo logo após o almoço, numa pausa para o trabalho ou durante reuniões e encontros.

Além da cafeína, o produto apresenta lactona, cuja atuação beneficia o cérebro. O consumo diário faz com que este órgão esteja mais atento e apto para as atividades intelectuais, além de estimular a memória, atenção e concentração. Seu consumo diminui a ocorrência de apatia e depressão, podendo diminuir a ingestão de álcool ou drogas.

Fonte: Londrix

3 Comentário(s)::

Richard disse...

Olha aí... informações legais.
Eu quando não tomo café pela manhã, passo o dia inteiro com a sensação de que falta algo.
Abração.

Vinícius Franco disse...

café café café @_@
café é o cão

Patrícia Nascimento disse...

BEm, já gostei de café, hoje não costumo beber, ou melhor raramente bebo, mas gosto do cheiro do café, o que me leva as vezes a tomá-lo.